Diante de um índice de 13 milhões de desempregados no país, é preciso estar preparado para conseguir uma oportunidade no mercado profissional. Pensando nisso, a Prefeitura de São João de Meriti iniciou, na terça-feira (11), na Unidade Integrada de Coelho da Rocha, a segunda edição do Ciclo de Palestras para alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Rede Municipal de Ensino. Na quarta-feira (12), foi a vez do Ciep 132. O projeto é realizado pela Secretaria municipal de Trabalho, Ciência e Tecnologia, em parceria com a Secretaria de Educação e o Sebrae. A qualificação, que se estenderá até o dia 20 de setembro, acontece ainda nas escolas municipais Adérito Gomes Gouveia e João Alves.

“Vocês vão receber orientações de como elaborar um currículo, como se portar em uma entrevista e outras dicas importantes para conseguir uma vaga de emprego. Essa preparação pode ser um diferencial em um mercado tão competitivo”, afirmou a subsecretária de Trabalho e idealizadora do projeto, Carla Correia, aos alunos da Unidade Integrada Coelho da Rocha.

A novidade este ano é que, além das palestras, a Secretaria de Trabalho levará uma equipe às escolas para fazer agendamento de carteira de identidade e cadastro no Balcão de Empregos.

“Só para dar um exemplo, nós criamos uma parceria com a Secretaria de Assistência Social para levar atendimento para retirada de carteira de trabalho, identidade e balcão de emprego para os Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Nós tínhamos vagas para emprego que exigiam 2º grau com conhecimento de Excell e, numa fila de 600 pessoas, só um rapaz tinha essa qualificação. Por isso, eu peço que vocês aproveitem ao máximo esse ciclo de palestras”, disse o secretário de Trabalho, Antônio Carlos Felix.

A primeira palestra é ministrada pela professora e assistente social Renata Coloneze, que é coordenadora de Trabalho e Renda da Secretaria de Trabalho. A segunda etapa, na próxima semana, ficará a cargo do Sebrae.

“A maioria destes jovens e adultos está em uma idade que precisa começar a trabalhar. E com tanto desemprego, quem está sendo escolhido? Quem se preparou melhor e busca qualificação”, destaca.

Josivania Antônia Santos, aluna do 8º ano, aprovou a iniciativa. “A gente pode ter uma vida melhor estudando e se profissionalizando”, garante a jovem.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>