A Superintendência de Gestão e Supervisão, objetivando atender as principais atribuições de orientar, assessorar, informar e redirecionar o processo educacional no âmbito das Unidades Escolares do Sistema Municipal de Ensino, realizou nos dias 6 e 19 de setembro reunião com representantes legais e secretários escolares das instituições particulares de ensino.

Neste encontro, em parceria com a coordenadoria de ensino, as professoras Márcia Branquinho e Áurea de Almeida lobo, representantes do Plano Municipal de Educação/SJM, abordaram a importância da participação das instituições privadas na efetivação do Plano Municipal dez Educação (PME) e a Base Nacional Comum Curricular como referência para a reformulação do currículo escolar. A professora Jaqueline de O. Duarte Ferreira, implementadora da DIRD, fez o convite para que os estabelecimentos privados participem do Festival Literário Internacional da Diáspora Africana de São João de Meriti – FLIDAM, que ocorrerá nos dias 21 a 23 de novembro.

A Professora Gisele Santos Chagas, representante do Departamento de Orientação Pedagógica/Educacional abordou o programa Quem falta faz falta e os projetos Busca Ativa Escolar, Em nome do Pai e Cidadania. Dando continuidade ao encontro, a superintendente de Gestão e Supervisão, professora Rosemary Lyrio, falou sobre a obrigatoriedade de declarar anualmente o Educacenso, realizando o seu preenchimento e a atenção ao prazo de retificação. Foram apresentados os modelos dos levantamentos solicitados até a presente data, colocando que os mesmos são de suma importância para alimentação do sistema, do Plano Municipal de Educação e de prestação de contas junto aos órgãos superiores, por isso a fidedignidade dos dados e a necessidade de atenção aos prazos solicitados. Quanto às legislações, foram abordados a Lei Brasileira de Inclusão Lei nº 13.146 de 2015, História e Cultura Afro-brasileira e Africana (Lei 10.639/03) alterada pela Lei 11.645/08 que complementa com a Cultura e história Indígenas, a Deliberação nº 02/2018 – CME/SJM, sobre o encerramento das atividades educacionais, recolhimento, gestão e expedição de documentos de escolas extintas. Esclareceu-se também quanto à obrigatoriedade ao cumprimento dos 200 dias letivos e quanto ao pronunciamento do plenário do Supremo Tribunal Federal sobre a definição de uma data limite, 31 de março, para ingresso na educação básica.

Veja também:

Prefeitura inaugura babyteca e entrega kit escolar... O vice-prefeito Gelson Azevedo e o secretário de Educação, Bruno Correia inauguraram, na tarde desta sexta-feira (2), a babyteca da Creche Municipal L...
Atividades da Semana do Meio Ambiente se concentra... As crianças que participarem da Semana do Meio Ambiente nesta quarta-feira (7), a partir das 10h, no Ciep 180, vão aprender a fazer hortas verticais. ...
Meriti realiza Dia D de vacinação contra sarampo e... Imunização também acontece nas escolas municipais Todos os postos de saúde de São João de Meriti estarão abertos, neste sábado (18), das 8h às 17h...
São João realiza seminário contra a homofobia No Dia Internacional Contra a Homofobia, a Prefeitura de São João de Meriti e o Governo do Estado do Rio de Janeiro realizaram o 1º Seminário Estadual...

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>