A tarde desta quinta-feira (30) foi marcada por muita emoção, alegria e acolhimento no evento “Personalidade que faz a diferença”, realizado pela Superintendência da Mulher no teatro do Sesc de São João, que homenageou mulheres da Baixada.

A ação prestigiou mulheres que tiveram destaque em vários setores, como profissionais de saúde e de segurança pública, lideranças religiosas, entre outros.

Maria da Fé, líder religiosa e uma das homenageadas de Meriti, falou da importância da escuta e da conversa no combate à violência contra a mulher.

“A minha militância começou na igreja. Cursei teologia e descobri que a minha voz é a maior ferramenta para lutar nas causas das mulheres. É fundamental ouvir e encorajar todas para que saiam dessa situação”, afirmou Fezinha, como é conhecida.

Jovita Belfort falou de um problema enfrentado por muitas mães da região: a dor pelo desaparecimento de seus filhos:

“Quando se fala em luta de causas femininas, é preciso lembrar das mães, das suas dores e causas. A minha filha desapareceu e eu enterro ela faz 15 anos. A Baixada Fluminense tem 14 desaparecimentos por dia e isso é resultado da ineficácia de políticas públicas que combatam esses números. O tráfico de seres humanos tem crescido assustadoramente”.

A solenidade terminou com um coquetel e boa música para os presentes.



Fotos: Beto

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>